segunda, 15 outubro 2012 18:05

Homem encontra sua família 20 anos depois através do Google Earth

Written by

A tecnologia tem suas vantagens e desvantagens.  Para Saroo Munshi Khan, ela simplesmente mudou sua vida.

Quando pequeno, Saroo viveu na Índia, em uma pequena Aldeia remota que ele não sabia o nome. Ele não sabia ler ou contar, mas ele tinha uma boa memória. Um dia, quando tinha cinco anos de idade, acompanhou seu irmão, quatro anos mais velho, Guddu, até a estação para procurar peças perdidas por viajantes. Saroo cansado adormeceu em um banco. Quando abriu os olhos, o seu irmão tinha desaparecido. Imaginando que Guddu tinha ido buscar qualquer coisa no interior do trem, ele embarcou. O trem partiu, e Saroo  nunca mais encontrou Guddu.

Adotado por uma família australiana

Saroo chegou à estação em Calcutá, sobre o ruído, o calor, e a multidão. Ele encontrou algumas pessoas boas para dar-lhe um pouco de comida e onde dormir. Sentiram que seria um bom candidato para a adoção. Uma família australiana teve interesse pelo menino e o levou para Hobart, Tasmânia. Seus novos pais, John e Sur Brierley, eram confiáveis ??e afetuosos. Eles lhe ensinaram a nadar e a falar Inglês. Saroo se tornou um adolescente popular, atlético, cortejado. Mas, apesar de anos nunca esqueceu suas raízes e sempre teve esperança de retornar à sua família de origem. E foi com a descoberta do “Google Earth” que esse sonho se aproximou da realidade. Com alguns cliques, "voando sobre a Índia como o Super-Homem", ele recorda. Sua pesquisa começou em 2009. "Eu tentei aumentar o zoom em todas as cidades que eu tinha visto." Obviamente, encontrar sua aldeia levou horas, dias, meses de intensa pesquisa. Ele não conseguia se lembrar de todas as palavras de Hindi, todos os nomes de aldeias foram semelhantes foneticamente.

Três anos mais tarde, depois de um momento de renúncia Saroo se lembrava de ter viajado cerca de 12 horas. Ele havia deixado a estação no início da noite e tinha posto os pés em Calcutá, no período da manhã. Ele então calculou a velocidade do transporte para determinar a distância aproximada que ele tinha viajado. Isso reduziu drasticamente o campo de busca. Uma noite, finalmente, a recompensa ... Com a ajuda de amigos indianos da Universidade, Saroo obteve a resposta que queria. Sua aldeia foi localizado a cerca de 960 quilômetros de Calcutá. Ele, então, excluiu as áreas onde não falam hindi e aqueles onde o frio predomina. Uma noite, ele encontrou, finalmente, uma imagem familiar. E um nome chamou sua atenção: a vila chamado Burhnapur. "Eu fiquei chocado. Era o nome da estação, onde eu me separei do meu irmão." Lembrou-se do dia da separação, que se deu perto de uma fonte, perto da cerca onde ele foi ferido na perna há 25 anos e, finalmente, ele viu o esboço de onde ele morava, ainda pequeno. Em 10 de fevereiro de 2012, incentivado por seus pais adotivos, Saroo voou e foi para a Estação Khandwa. De lá, ele viajou o resto do caminho a pé. Como em seus sonhos, ele encontrou sua mãe, uma mulher pequena no vestido amarelo brilhante e cabelos grisalhos. Saroo agora podia apertar sua irmã em seus braços, seu irmão, Kullu. Ele conheceu seus sobrinhos e sobrinhas, seu irmão, sua meia-irmã. E apesar das mudanças e falar outra língua, a mãe de Saroo o reconheceu imediatamente, graças a uma cicatriz na testa. "Eu é quem cuidei dessa lesão", disse ela. O seu irmão mais velho, que havia perdido na estação, havia morrido um mês depois de seu desaparecimento. Seu corpo foi encontrado na estrada de ferro. O motivo foi desconhecido. Hoje Saroo ainda vive na Austrália, mas mantém em seu coração a memória dos 11 feriados que já passou com sua mãe biológica. Eles mantêm o contato.

Essa história foi retirada e traduzida do site bélgico “7sur7”. Para quem não se lembra de nomes, percorrer pelo Google Earth é uma opção. Muitas pessoas embora não tenham se perdido gostam de redescobrir lugares da infância ou que já passaram, e até mesmo viajar por lugares nunca visitados e que talvez nunca venham a “conhecer”.

© 2008 Astraliza Entretenimentos. All Rights Reserved.

Please publish modules in offcanvas position.