sábado, 14 junho 2014 00:00

João Pessoa - "Cidade Madura", primeiro condomínio residencial público exclusivo para idosos do país

Written by

 

Oferecer um lar para idosos sem condições de moradia, em um local adaptado as normas de acessibilidade, com uma guarida de segurança, área de lazer, com praça e local para caminhada, redário, sala de atendimento médico, centro de vivência e horta comunitária poderia ser apenas um projeto, mas no Estado da Paraíba é uma realidade.  O primeiro condomínio residencial público exclusivo para idosos do país foi entregue no dia 10 deste mês pelo Governo do Estado. A entrega das chaves do condomínio “Cidade Madura” foi realizada pelo governador Ricardo Coutinho e pelo vice-governador Rômulo Gouveia, que ao lado do procurador dos Direitos dos Cidadãos, Valberto Lira; do arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto e demais autoridades de Estado, participaram da solenidade realizada na nova morada para os mais de 40 idosos beneficiados.

Na unidade de João Pessoa, o Governo do Estado investiu R$ 4,4 milhões e somando aos que estão em obras em Campina Grande e em Cajazeiras serão mais de R$ 12 milhões, com recursos próprios. O governador visitou algumas das 40 unidades habitacionais (com área de 54m² cada).

 

A presidente da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), Emília Correia Lima, acredita que a experiência paraibana vai despertar a atenção de outros estados do país ao dar o direito ao idoso de poder viver e não apenas sobreviver. “Os idosos aqui terão mais facilidades para viver com uma casa ampla e adaptada as suas necessidades, locais de caminhadas e ginástica,  um núcleo de assistência à saúde, redário e um lugar de eventos. O lugar dos sonhos de muita gente”, afirmou a presidente.

No Residencial Cidade Madura só será admitida a permanência de moradores idosos e estes não podem modificar, emprestar, locar ou ceder os imóveis. Eles podem morar sozinhos ou com seus cônjuges e pagarão apenas as despesas referentes à utilização do imóvel, que é de propriedade do Estado.

Foto: Francisco França

A secretária de Desenvolvimento Humano do Estado, Aparecida Ramos, informou que as pessoas selecionadas já tinham inscrições na Cehap , possuem condições físicas e psicossocial e não possuem filhos dependentes. Ela ressaltou que entre as pessoas selecionadas estão ex-jogadores de futebol, ex- artistas e cantores e idosos que deram suas contribuições ao Estado, mas hoje não possuíam condições financeiras para morar bem. 

O ex-jogador de futebol, José Máximo, Zezito, que passou pelo Santa Cruz-PE, Ferroviário e foi tri-campeão paraibano pelo Botafogo, disse que a nova moradia vai proporcionar dignidade de vida, uma vez que ele vai sair da área de risco onde morava para um lugar lindo, amplo e confortável. “Morava em uma casa pequena, que não é minha. Estava ameaçado de ser despejado, mas graças a Deus e ao Governo do Estado agora tenho para onde ir com minha esposa”, afirmou o aposentado.

No condomínio Cidade Madura, o ex-atacante Zezito, reencontrou um velho amigo, o zagueiro do Botafogo, Valdo Clemente Santos, que foi tri-campeão paraibano com ele no final de década de 60. “Vivemos momentos de vitórias no Botafogo e para mim é uma alegria ganhar minha casinha com praça e até local para fazer física. Vou me preparar para fazer exercícios e aproveitar a copa do mundo para voltar a bater uma bolinha”, brincou o aposentado.

Que o projeto tenha continuidade e não se torne mais um abandonado a própria sorte. A ideia astraliza!

 

Administrator

P. Herdy

© 2008 Astraliza Entretenimentos. All Rights Reserved.

Please publish modules in offcanvas position.