×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 66

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 62

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 815

domingo, 29 junho 2014 00:00

O País da Copa vira Capa do Mundo – Parte 1 – Aos passos de um Príncipe

Written by

O que os sites brasileiros talvez não mostrem, os portais internacionais parecem estar mais atentos. Em ano eleitoral, os cálculos econômicos, a briga política não deixa claro quanto saiu e entrou financeiramente para o Brasil com o grande evento. A mídia sensacionalista e cada vez mais reprodutiva de informações manipuladas alimenta uma sociedade cada vez mais alienada. Mas, uma coisa o país ganhou – a atenção do Mundo. Durante os 30 dias de jogos, o futebol fica em evidência, mas não é só isso, os estrangeiros passam a olhar para a nossa gente, nosso cotidiano, nossa política, economia, nosso comportamento, nossa saúde, mercado de trabalho. Fazem matéria de tudo. Essa atenção abre portas – e como qualquer oportunidade – para aqueles que estão pronto para elas.

O Príncipe Harry, da realeza Britânica aproveitou o evento para visitar o país, visitar comunidades e onde seus pés tocaram e as questões que levantou – o mundo com certeza assistiu. O que manifestações com centenas de pessoas não consegue, uma única pessoa pode colocar em evidência.

Deixou um vídeo agradecendo e elogiando o país na rede oficial da Monarquia Britânica que já foi visto por aproximadamente 100 mil pessoas. 

 

"Chegando ao fim da viagem de quatro dias no Brasil, nós tivemos uma experiência muito maravilhosa. Muito obrigado por toda a hospitalidade, o calor que todos mostraram a mim e à nossa equipe. Desde a visita a hospitais, à floresta tropical, a Diadema, toda a viagem tem sido absolutamente incrível.

Conhecer todas as crianças, a próxima geração de jogadores de futebol, isso tudo mexeu comigo. Fico muito comovido por ter passado os últimos quatro dias com pessoas tão incríveis e apaixonadas em um país tão bonito. Claro que voltarei de novo. Já estive no Rio há dois anos, e foi bom conhecer o resto do Brasil nesta viagem. Obrigado pela hospitalidade e pelo calor, e eu voltarei em breve." Príncipe Harry

 

Até ai nós brasileiros, que passamos os olhos nos títulos das notícias sabemos. O que vale destacar é que o Príncipe, como uma pessoa pública formadora de opinião elevou a auto-estima da população dos locais por onde passou. E chamou atenção dos próprios brasileiros para locais como a Comunidade do Bairro Cota 200 e para a Cracolândia em SP – como o mesmo questionou – O que adianta monitorar, se as coisas não mudam – então, o Prefeito Fernando Haddad o convidou para retornar em um ano para ver os resultados. (Sr. Prefeito lembre-se que os britânicos são pontuais!)

 

Um parêntese, outro dia o Programa CQC exibiu uma matéria em que o apresentador Guga Noblat levou o deputado federal José Anibal, (PSDB) e o senador Eduardo Suplicy (PT), candidatos ao Senado, para testemunhar a realidade do local, era nítido o nojo e incômodo de estar ali, e das pessoas tentando tocá-los, algo bem diferente no comportamento do Príncipe. CLICA AQUI PARA ASSISTIR A REPORTAGEM

Foto: Reuters/Miguel Schincariol

Para além do Brasil, site como o americano ABC NEWS, destaca mais que fotos com legenda que nossa mídia reprodutora se limita. Destacou a emoção do Príncipe ao conhecer uma avó que tem cuidar dos netos, pois sua filha é viciada em CRACK, mas que essa realidade triste, é amparada por uma iniciativa feliz, que é o trabalho da ACER – Associação de Apoio a Criança em Risco (Clica aqui e conheça) .

O Príncipe se emocionou, e falou de algo que não costuma, o sentimento que viveu de perder a mãe aos 12 anos, mostrando-se sensibilizado com a história de crianças que conheceu, que carregam a tristeza de perderem suas mães tão jovens, no caso não para um acidente, mas para um vício.  E para entreter “O que nós inventamos, o Brasil aperfeiçoou", disse sobre o futebol. "No Reino Unido nós gostaríamos de pensar nisso como um ato de generosidade típica britânica, mas, na verdade, é mais um ato de criatividade típica brasileira, que, espero, vai lhe trazer grande sucesso em sua Copa do Mundo." 

 

Na passagem pelo país esteve em Belo Horizonte, onde visitou atletas do esporte do Minas Tênis Clube, que tem parceria firmada até 2016  com a Associação Olímpica Britânica, em Brasília no Hospital de Reabilitação da Rede Sarah. Ainda em São Paulo visitou também o Instituto Ayrton Senna.

Seja nos principais portais internacionais de notícias econômicas ou de celebridades a notícia repercutiu.

Clique na imagem acima.

Sunday Express – Site Inglês

 

The Telegraph – site inglês : Prince Harry: loss of my mother is 'nothing' compared to orphans suffering 

                                           Prince Harry sees first hand devastating impact of crack cocaine in Sao Paulo (imagem 360) 

Chance – Espanhol

ABC – Espanhol - ACESSAR

Sudwest Presse - Alemão - ACESSAR

BBC Russo - ACESSAR

Se observarem em cada artigo internacional, já poderão ver de três ou mais link falando do Brasil, como matérias relacionadas. Esse conteúdo gera comentários e se multiplica nas redes sociais. A maioria ganhou mídia televisiva e impressa.

Harry viu o Brasil que precisava ver. Não precisou assistir pessoas mascaradas quebrando patrimônios públicos e particulares. Ouviu pessoas, famílias e não gritos em um escuro iluminado com fogueiras onde a lenha é a revolta. Até mesmo um viciado com palavras ou olhar consegue expressar mais o que realmente precisamos e nossos pedidos de socorro.

Evidenciou assim, DIVERSAS QUESTÕES SOCIAIS, algumas INSTITUIÇÕES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SOCIAIS E COMUNITÁRIOS (a maioria sobrevive de doações, e quando grande, parte de investimentos internacionais) e alcançou centenas de pessoas, que só elas sabem o que isso significa, não de ver ou tocar um Príncipe, mas de ser olhado e compreendido, por segundos, por uma pessoa, que é o Príncipe, entretanto, mais um entre elas.

Esses foram alguns exemplares, as notícias saíram no mundo todo. No próximo artigo mostraremos o destaque Brasileiro na mídia internacional, que vai além do futebol, e sem ter uma pessoa importante em destaque. Com certeza, essa Copa do Mundo no Brasil tornou-se nossa janela para o mundo, que não fala apenas das nossas mazelas, mas o quando o fazem, podem ser de maneira construtiva, e não apenas sensacionalista. Podemos compartilhar essas notícias, participar através de comentários. Ferramentas como Google tradutor quebram a barreira das diferentes línguas. Mas, só vale a pena comentários contundentes, e não de “rebeldes sem causo e causa”. Podemos olhar os pontos positivos, discutir entrelinhas simbólicas ou as supérfluas, as que nos atinge, refletindo o que somos ou queremos.

© 2008 Astraliza Entretenimentos. All Rights Reserved.

Please publish modules in offcanvas position.