Petri Herdy

Petri Herdy

Bacharel em Serviço Social /    Gosta de fotografias, viagens e animais.
   

 

 

Médicos americanos salvaram a vida de três bebês que sofrem de traqueobroncomalácia, uma doença respiratória fatal, graças à produção de implantes produzidos por uma impressora 3D. Três anos após o procedimento, as crianças estão bem e respiram sozinhas. O estudo inovador foi publicado quarta-feira, no periódico científico Science Translational Medicine.

A traqueobroncomalácia se caracteriza por uma flacidez das paredes das vias aéreas, causando colapso da traqueia e dos brônquios na expiração. O dispositivo funciona como uma tala que ajuda a manter a traqueia aberta. A técnica ainda não foi aprovada pelos órgãos reguladores americanos. Os procedimentos, portanto, foram experimentais. A conduta é permitida já que as crianças corriam risco de morte. Segundo Glenn Green, professor de otorrinolaringologia pediátrica do Hospital Infantil C.S. Mott da Universidade de Michigan e principal autor do estudo, a doença causa infeções frequentes, o que reduz muito a expectativa de vida dessas crianças. "Trata-se da primeira cura para essa doença que tem matado crianças por muitas gerações", afirmou Green.

 

Kaiba Gionfriddo, com 3 anos, em sua consulta de acompanhamento na Universidade do Hospital CS Mott Children de Michigan em abril de 2015. Salvo por um dispositivo de impressão 3D em 2012. Crédito: Universidade de Michigan

 

Dr. Glenn reassalta: "Antes desse procedimento, os bebês com traqueobroncomalácia grave tinha pouca chance de sobreviver Hoje, o nosso primeiro paciente Kaiba é ativo, com três anos, saudável, está no pré-escolar com um futuro brilhante".

 

Agora a equipe irá testar o produto em um grupo maior. O próximo passo é agora implantar o dispositivo em 30 crianças que sofrem da doença em uma forma mais branda.

Dr. Green descreve no vídeo abaixo como ele e seus colegas da Universidade de Michigan trabalharam na busca da solução. (Fonte: Medical News Today)

Um suspiro de esperança para os pais, e uma imensa felicidade para a famílias das crianças que tiveram a sorte desse procedimento. Nessa, a tecnologia astralizou!

Comment

 

 

Comment

 

 

Aqui está uma notícia que deve animar os fãs. Fazer seu próprio filme de animação é possível graças a Pixar. RenderMan, software de animação 3D utilizada pelo estúdio americano está agora disponível para download gratuito. Um dos temos é a não comercialização do material produzido.

 

Criado há mais de 20 anos, RenderMan tem no currículo animações como “Procurando Nemo”, “Toy Story” e “Up”.  Também foi utilizados para efeitos especiais em filmes como Titanic, O Senhor dos Anéis e As aventuras de Pi. Alista completa no site. . 

O software permite que você adicione efeitos de câmera, jogo em sombras, a intensidade das luzes ou adicionar detalhes para o cabelo.

 

Para profissionais, o software exige pré-requisitos para ser usado corretamente Para superar o problema,  a Pixar criou um fórum específico para ajudar cineastas aprendizes.  Finalmente, para versão que libera o uso comercial poderá comprar a versão paga, com US $ 500.

De acordo com o site oficial, os requerimentos do RenderMan são os seguintes:

  • Mac OS X® 10.7, 10.8 ou 10.9
  • Linux® compatível com gcc 4.4.5 e glibc 2.12
  • Windows® 7 ou 8

Clica aqui para download.

Comment

 

 

Uma notícia que vai agradar os franceses que vivem no Brasil, estudantes da língua, ou simplesmente apaixonados pelo país da Cidade Luz. Meio à todos nossos problemas políticos e econômicos, assim como ambientais e sociais, somos grandes consumidores, qualquer novidade é com o brasileiro mesmo. Além, de atrairmos muitos estrangeiros que conseguem meio as problemáticas enxergar nossas belezas, e  colocar o Brasil como um lugar para passear, e até mesmo viver. 

E com todo esse consumismo, uma das três maiores redes de TV do mundo, juntamente com a MTV e a CNN, e a primeira rede mundial de televisão em francês, lança oficialmente o canal TV5MONDE Brasil.

 

Com uma imagem renovada e uma grade de programação especial para o público brasileiro, a TV5MONDE traz 50% de sua programação com legendas em espanhol e português: filmes e seriados, noticiário, eventos esportivos, documentários, entretenimentos para crianças e adolescentes e uma grande variedade de programas para todos os gostos (moda, arte, culinária, luxo etc.). 

O lançamento da TV5MONDE Brasil é uma parceria entre a TV5MONDE e a Ancine, para estimular novos conteúdos nacionais e independentes, em atendimento à Lei do Audiovisual 12.485, além de apresentar as perspectivas e desafios da TV5MONDE Brasil, os programas de mais destaque em 2015 na grade do canal em 2015 e a criação de um sinal exclusivo para o Brasil. 

 

A TV5MONDE em números e alcance:

•  9 sinais diferentes regionalizados (dos quais, 8 são emitidos de Paris, abrangendo todos os continentes e a TV5 Quebec Canadá, emitido de Montreal); 

•  220 milhões de lares ligados em aproximadamente 200 países e territórios;  

•  10 canais parceiros francófonos (France 2, France 3, France 4, France 5, France O’, ARTE France, RTBF.be, RTS, Radio-Canada e Télé-Québec), a CIRTEF e um acionista principal, o Holding de l’Audiovisuel Extérieur da França (que reúne a France 24 e a RFI);

•  Programações com legendas em 13 idiomas: alemão, inglês, árabe, coreano, espanhol, japonês, holandês, polonês, português, romeno, russo, vietnamita e francês; 

•  Um meio global, que é visualizado na Internet, no telefone, ou ainda em vídeo, sob pedido; 

•  8 milhões de acessos mensais no web site www.tv5monde.com e no site móvil m.tv5monde.com.

 

Página OFICIAL no Facebook

 

Operadoras na América Latina e Caribe:

NEOTV / SKY/ NET/ CLARO/ TVA/ VIVO TV/ OI TV / GVT

 

CLIQUE AQUI PARA COMENTAR

Comment

 

 

A internet possui tanto conteúdo, mas, às vezes, parece que só tem notícias ruins e redes sociais. Mas, na verdade a internet tem muitas possibilidades. Nesse artigo traremos 5 sites para estudar on-line para o ENEM/Vestibular ou simplesmente auxiliar aqueles que estão cursando o ensino médio. Alguns também são interessantes para professores. Temos que estar prontos para quando a oportunidade surgir!

1 - Mande Bem no ENEM

As aulas têm um caráter transdisciplinar, ou seja, as disciplinas estão todas interligadas. Você pode aprender Matemática nas aulas de Biologia, Português nas aulas de Ciências da Natureza e assim por diante. Para você mandar bem no ENEM, o site apresenta conteúdo específico para o exame. São 42 vídeoaulas, subdivididas em 5 áreas do conhecimento. 

- Natureza (Ciências da Natureza e suas Tecnologias)

- Números (Matemática e suas Tecnologias)

- Cultura (Ciências Humanas e suas Tecnologias)

- Comunicação (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias)

- Letras (Redação, Inglês e Espanhol)

O Mande Bem no ENEM possui um sistema de busca que permite localizar disciplinas tradicionais (por exemplo: Matemática, Biologia, etc.) ou conteúdos específicos (por exemplo: Álgebra, Equações, etc.). Possui um sistema de avaliação de desempenho, além de informar como está o seu desempenho em cada área do conhecimento. Na reta final, você terá as indicações sobre as áreas que precisam de mais atenção. Em cada uma das aulas, você encontrará mais de 300 objetos de aprendizagem, como vídeos, jogos, textos, podcasts, entre outros.

Clique aqui para acessar o site! 

Assista:

 

 

2 - FGV Ensino Médio

O objetivo do Programa FGV Ensino Médio Digital é oferecer a todos os que atuam no ensino médio material para complementar seus estudos e avaliar seus conhecimentos gratuitamente. O programa está voltado, principalmente, a estudantes do ensino médio, mas é também fonte de consulta para professores e educadores em geral.

3 - EXAM TIME

ExamTime não é simplesmente uma site com diversas ferramentas online, ele oferece uma nova forma de criar, descobrir e compartilhar conhecimento. A plataforma estimula os seus usuários a serem co-autores do conhecimento e de uma forma simples terem acesso a ferramentas que antes custavam muito.Além disso, outras ferramentas de suporte são oferecidas aos usuários o que torna a ferramenta dinâmica, como por exemplo  Grupos de Estudo, Calendário, Mensagens Privadas e o sistema de pesquisa que coloca o usuário em contato com milhares de estudantes e professores ao redor do mundo.

Acessar!

Assista:

 

4 - Descomplica

Um canal no Youtube, onde fica fácil aprender com os  divertidos instrutores. 

Acessar o canal!

Há uma versão paga, que se gostar da gratuita pode valer a pena.

Assista:

 

5 - Me Salva

O Me Salva oferece cursos de Matemática, Física, Química, Bioquímica, Biologia, História, Cálculo e Disciplinas da Engenharia. É uma plataforma educacional genuinamente brasileira, focada em conteúdo de alto desempenho didático para estudantes de Nível Médio e Superior. Fundada por Miguel Andorffy, em 2012, com objetivo de oferecer aulas que valem a pena assistir, a plataforma atinge, hoje, mais de 500 mil pessoas mensalmente. Oferece mais de 90% de sua tecnologia de forma gratuita

ACESSAR!

Assista:

 

 CLICA AQUI para COMENTAR ou compartilhar OUTRAS DICAS!

Comment

 

Antes de qualquer coisa - o terrorismo e os assassinatos são condenáveis. (Não vamos esquecer e voltar nesse ponto.). Ninguém em sã consciência aprova o ato que fez vitimas na França, e faz em diversas partes deste planeta. Alguns não conseguem diferenciar as coisas - de repente todos são obrigados a escolher – ou se é contra o terrorismo e “Charlie”, ou se você não é “Charlie”, é a favor do terrorismo. Mas, existe quem é contra o terrorismo que mata, e contra o Charlie.

 

 

Logo após o ataque e as mortes o espírito de solidariedade, um canto de paz e respeito NÃO ecoou. Só se fala em "liberdade expressão", mas desde que você não expresse repudio ao conteúdo da revista. Então que liberdade é essa?

“O direito de criticar dogmas e encaminhamentos é assegurado como liberdade de expressão, mas atitudes agressivas, ofensas e tratamento diferenciado a alguém em função de crença ou de não ter religião são crimes inafiançáveis e imprescritíveis”. Juliana Steck

Seria fácil dizer que quem não gosta do conteúdo da Charlie Hebdo, basta não comprá-la, como faziam os mais de 7 milhões de franceses que agora compram. Mas, vê-la estampada em bancas já fere alguns. Ser discriminado por pessoas que se alimentam desse tipo de informação, e tudo que é intrínseco a discriminação não deve ser tão fácil de ignorar.

As Charges de caneta, lápis e borrachas ganharam espaço nas redes sociais, porém são verdadeiramente patéticas. Um monte de cartunistas pegando carona na tragédia. Lideres políticos, de Estados que nunca foram em um campo de batalha começaram guerras com suas canetas e vozes. No dia-dia mais comum qualquer ser humano mais sensível sabe que a palavra pode edificar, como matar. Tem palavra que dói mais que um soco. Então vamos usar borracha para apagar tanta besteira ditas e mazelas do mundo, o lápis para rascunhar, e a caneta para assinar um novo mundo. E vamos parar de compartilhar tudo que está na mídia, sem buscar um contexto ou simbolismo.

 

Infelizmente, não se pode esperar sensatez desses grupos extremistas, que já haviam provado com ameaças e até um atentado anterior. Colocaram seu pais em risco, não só os 60 mil que compravam esse conteúdo, que já tinha uma imagem negativa, mas graças a hipocrisia humana a morte de personalidades, santificaram não as pessoas, mas o conteúdo, e mais de 7 milhões de pessoas resolveram comprar para dizer que são “Charlie”, que são a favor da liberdade de expressão. Por que não sentem falta da paz, do respeito, porque mortes como essa, vitimas de terrorismo não sensibilizam, porque 7 milhões investiram em uma mídia que não merecia o ataque, mas também não merecia o direito de ofender a liberdade daqueles que escolheram ter fé?

Por que não investiram 7 milhões de pessoas na humanidade, para dizer "não ao terrorismo e sim a vida"?

Ser Charlie <Je suis Charlie> não ficou com uma frase simbólica de reprovação ao ato, mas uma frase onde as pessoas mostram o quanto estão alienadas, já replicam sem saber significados, e compram um conteúdo sem medir consequências... Não a de um ataque terrorista, mas da ofensa moral à milhares de pessoas, a incitação ao ódio, o estimulo da intolerância, ao deboche gratuito.

A piada só engraçada quando as duas partes riem. Liberdades todos tem para o que quiserem, basta ter maturidade para saber receber as consequências. Por imaturidade, a lei no Brasil diz que menor de 14 anos é vitima de estupro vulnerável, mesmo que consinta o ato sexual, por exemplo. Mas, infelizmente não se mede maturidade com idade. Já diz o poeta " gentileza gera gentileza". Quem provoca, corre risco ter pessoas que aceita a provocação. Quem não tem tolerância , provavelmente não será tolerado. Que escolha fez Charlie? Que escolha esta fazendo os que são Charlie? Argumentos por favor, porque liberdade de expressar é isso, repetir frases sem reflexão é patético.

O que os franceses querem? Liberdade de falar o quiserem, falar de quem quiserem, desde que ninguém discorde deles? Uma nação “pura”? Parece um bebe mimado, um país tão rico historicamente, embora os jovens de hoje não encontre e não faça história no espelho e no pau de selfie. Um país que tem quase tudo, se comparado ao nosso submundo chamado Brasil, e quando lhe tiram ou negam algo – buáaaaaa!

Há uma intolerância no ar. Embora tão antiga, se a França expulsar todos estrangeiros, todos de raízes estrangeiras, não sobrará França alguma. A maioria dos países há uma “cara”, se consegue pensar a “cara”de um Argentino, um Americano, um Alemão, um Japonês, um Italiano, mas uma coisa a França parece com Brasil, ela Não tem cara, e a se miscigenação deveria ser vista como uma riqueza.

Lamentável a imaturidade daqueles providos de tanta criatividade. Disseram ter coragem, morreram “de pé”, não se ajoelharam para nenhum Deus, para nenhum homem. Não respeitaram a liberdade alheia, e tornaram-se bandeira da “liberdade de expressão”, onde muitos expressam ignorância e desrespeito, e conheceram aqueles que se acharam na liberdade de expressar suas loucuras e fanatismo. 

Para um país que diz ter como bandeira a liberdade de expressão, não seria coerente ser o país da tolerância?

Um desejo de força para os familiares de mortos dessa forma, pois para a mídia essa página será virada, para eles não. Um desejo de paz, respeito, solidariedade e amor para o povo francês!

Eu fico com poeta e quem discorda, não ataque... fecha a página. Só usei da minha liberdade de expressão. Ainda com ela, amo a França, e os franceses são bem vindos e amados no Brasil, com bandeira ou sem bandeira, melhor com croissant, champagne e queijos.

<<Je ne suis pás Charlie, je suis la paix et le respect>>

Para os brasileiros:  Lei 9.459/1997, que considera crime a prática de discriminação ou preconceito contra religiões http://bit.ly/lei9459

 

 <<COMENTAR AQUI>>

Comment

 
 
Dos 513 deputados brasileiros, 508 faltaram em algum momento ao trabalho entre fevereiro de 2011 e agosto de 2014, mesmo trabalhando, basicamente, só três dias na semana.
No período, os deputados tiveram R$ 3,7 milhões descontados de seus vencimentos, o que equivale a 141 salários mensais.
 
As faltas ao trabalho no mês de outubro custaram caro a alguns deputados da Assembleia Legislativa do Rio, que tiveram as ausências descontadas do pagamento de novembro. O desconto de faltas não justificadas foi instituído por ato, assinado pela Mesa Diretora da Casa, e publicado na edição de 26 de setembro no Diário Oficial do Estado. Mas, tem Deputado reclamando que foi pego de surpresa, que não sabia, não estava claro. Pois é, cidadãos comuns também pagam pelo que desconhecem. "Após o término de cada sessão deliberativa, será encaminhada a listagem de presença extraída do sistema eletrônico de votação para o Departamento responsável pelo registro de frequência dos Senhores Parlamentares, que providenciará sua publicação e envio ao Departamento Financeiro, onde serão efetuados os devidos descontos em folha", diz o texto.
 
Dos 68 deputados, apenas quatro não registraram faltas em outubro. Em outubro, a Alerj computou 367 faltas nas sessões de votação. Das 14 reuniões deliberativas. Pela quantidade de ausências, quem amargou maior prejuízo foi o deputado Márcio Panisset (PDT), que faltou 13 das 14 sessões plenárias.
Dentre os que não sabiam da medida em vigor, está o deputado Marcelo Freixo (PSOL). “Isso não foi comunicado, eu realmente não sabia. Como eu não falto, não estava atento que isso estava acontecendo”, afirmou.
Freixo disse que apresentou um projeto de lei em 2007, junto com o deputado Wagner Montes (PSD), para instituir o desconto de faltas dos parlamentares, mas o texto não chegou a ser votado.
 
“Sou totalmente favorável a isso. Falta no trabalho tem que ser descontada como ocorre com qualquer outro trabalhador. O que eles fazem é faltar e apresentar uma justificativa ‘mequetrefe’”, disse o deputado, que teve uma falta em outubro. “Estava em uma audiência da Comissão de Direitos Humanos em Bangu [Zona Oeste] e não consegui chegar a tempo da sessão por causa do trânsito”.
 
Com duas faltas registradas em outubro, o deputado Xandrinho (PV) não ficou satisfeito de ver o valor descontado do pagamento. Isso porque, segundo ele, as ausências ocorreram por motivo de saúde e foram justificadas com apresentação de licença médica.
“Aquilo lá é uma burocracia que você não faz nem ideia. Acho que pelo fato de isso nunca ter acontecido, eles [Casa] não estão preparados. Eu quero deixar claro que sou favorável. Se faltou, tem que ser descontado. Agora, não com atestado médico. Isso é desorganização”, disse Xandrinho, acrescentando que pedirá restituição de cerca de R$ 1.300 descontados de seu vencimento.
 
O deputado frisou ainda que não sabe como foi feito o cálculo para se chegar a esse valor, referente a duas faltas. “Não explicaram nada”, afirmou. A falta de informação também foi criticada pelo deputado Luiz Paulo Correa da Rocha (PSDB). “Tenho ouvido muita reclamação. A informação que ouvi no parlamento é que a proporcionalidade do desconto não estaria certa”, disse o tucano que esteve presente em todas as sessões de outubro.
 
Veja a lista dos deputados que mais faltaram em outubro
Márcio Panisset (PDT) - 13 faltas
Rafael do Gordo (PMDB) e Samuquinha (PR) - 12 faltas
Átila Nunes (PSL), Claise Maria (PSD), Marcelo Simão (PMDB), Myrian Rios (PSD), Ricardo Abrão (PDT) e Roberto Dinamite (PMDB) - 10 faltas
Altineu Cortes (PR), Dica (PMDB), Graça Matos (PMDB), Gustavo Tutuca (PMDB) e Inês Pandeló (PT) - 9 faltas
Alexandre Corrêa (PRB), André Lazzaroni (PMDB), Clarissa Garotinho (PR), Felipe
Peixoto (PDT), Iranildo Campos (PSD), Marcos Abrahão (PTdoB) e Rafael Picciani (PMDB) - 8 faltas
 
A Câmara tem sessões ordinárias de segunda à sexta-feira. As deliberativas -- quando ocorrem as votações -- acontecem apenas às terças, quartas e quinta-feiras, e são elas cuja ausência gera faltas aos deputados.
Estiveram lá em todas as sessões deliberativas, até agosto desse ano, apenas cinco deputados: Tiririca (PR-SP), Reguffe (PDT-DF), Pedro Chaves (PMDB-GO), Manato (SDD-ES) e Lincoln Portela (PR-MG).
 
Tem malandro comparecendo, marcando presença e...cadeiras vazias. Esse é o cenário político do nosso país que vai além de uma legenda partidária. Mas, não pensem que tornaram-se mero trabalhadores, não há advertência, punição e demissão para essa corja. 

Comment

domingo, 30 novembro 2014 00:00

Curso Gratuíto: Desenvolvimento de Equipes

 

O Instituto Legislativo Brasileiro possui uma plataforma de ensino e aprendizagem com diversos cursos gratuitos. Embora, muitos voltados para comunidade legislativa, há cursos sem tutoria abertos para qualquer cidadão. Vimos apresentar neste perfil o curso de Desenvolvimento de Equipe, indicado para qualquer pessoa que trabalhe com em grupo.
 
Objetivo Geral
Propiciar aos interessados conhecimentos específicos do trabalho inerente à atividade de gabinete parlamentar, auxiliando na instrução de aspectos organizacionais da Unidade e fortalecendo a eficiência no apoio ao desempenho do mandato parlamentar.
 
Carga Horária: Depende da disponibilidade do candidato.
Duração:  60 dias (Concluindo antes, deverá esperar transcorrer os 60 dias para adquirir o certificado)
 
Conteúdo Programático:
o    Módulo Único - Desenvolvimento de Equipes
o    Unidade 1 - Administrando o tempo e organização do trabalho
o    Unidade 2 - Praticando a boa comunicação interpessoal
o    Unidade 3 - Realizando reuniões de trabalho produtivas
o    Unidade 4 - Lidando com conflitos e feedback
o    Unidade 5 - Empregando técnicas de negociação com ganhos mútuos
 
Quem nunca se perguntou se está correto ou não levar trabalho para casa. Percebeu-se com pouco tempo para a família e o lazer?
Ou se viu em um novo cargo de gerência, e teve dificuldades de lidar com grande número de tarefas e pessoal.
Com lidar com o pessoal, quando cada um tem uma característica?
 
Essas e outras questões serão discutidas nesse curso.
 
Por se tratar de um curso de educação a distância por meio da Internet, sem auxílio de tutoria, você será o responsável pelo seu próprio aproveitamento e definirá seu percurso ao longo do conteúdo proposto, de modo que possa alcançar os seguintes :
 
Objetivos específicos
- Demonstrar que a práticas de administração do tempo e de organização do trabalho são boas para a racionalização do tempo.
- Demonstrar que comunicar-se bem é uma das principais necessidades das pessoas no ambiente de trabalho.
- Abordar a importância dos elementos da comunicação, mensagem, canal, emissor, receptor, bem como os efeitos danosos dos ruídos que resultam da cultura organizacional, do clima e do canal escolhido na qualidade da comunicação.
- Aprender a tornar as reuniões de trabalho mais produtivas, com pauta prévia, ata, organizador, secretário, e tempo bem definido e respeitado. Demonstrar que a reunião é um espaço apropriado para a solução de conflitos funcionais, bem como para a construção coletiva de boas soluções.
- Demonstrar que as noções de conflito e feedback podem ser fortalecedoras do espírito de pertencimento e união, acentuando a eficiência na atividade.
- Aprender a empregar, em situações conflituosas, técnicas de negociação com ganhos mútuos (ganha-ganha).
 
Iremos publicar aqui uma síntese de cada módulo para abrir reflexões e discussões.
 
Para se inscrever neste ou outros cursos – acesse aqui
 
Será necessário fazer uma inscrição no site, basta seguir passo a passo, sugerido no próprio site.
Qualquer dificuldade só pedir ajuda através do nosso formulário de contato!
Vamos valorizar os cursos gratuitos, para que mais sejam lançados, e para agregar conhecimento constantemente, seja para melhorar nosso desempenho no trabalho que atuamos, ou estarmos mais preparados para vagas que alvejamos. 

Comment

 

Quantas vezes já votou para eleger um dos Conselheiros Tutelares do seu Município? E quantas vezes  deu opinião sobre maus tratos, negligência ou comportamento da criança e adolescente?

Há cada três anos acontecia eleições para Conselheiros Tutelares, porém ocorria em cada cidade de acordo sua abertura. Em 2015 isso irá mudar, e o país todo irá eleger os cinco Conselheiros do seu respectivo município, com mandato de quatro anos. E para ampliar a discussão acerca, e tentar mobilizar a população, a Rede Record investiu na produção de uma serie.

O Conselho Tutelar é um órgão autônomo, que fiscaliza os direitos e deveres das Crianças e Adolescentes, baseado no Estatuto da Criança e Adolescente.

No país onde nas últimas eleições muitos se acharam economistas e verdadeiros conhecedores de políticas, poucos no país já leram esse Estatuto, menos ainda já votaram em um Conselheiro no seu Município.  Mas, não é culpa das pessoas, há um histórico onde há  falta de investimento e compromisso para com os Conselhos.  Em período de eleições a divulgação é mínima.  

Porém, a realidade tem mudado. Esse ano o governo federal distribui um Kit Conselho, todos receberam um carro novo, cinco computadores, refrigerador e bebedouro em comemoração aos 10 anos do Disque 100 (Disque Denúncia). E anunciaram as modificações da Lei 12.696/12, que além de alterar a duração do mandato,  dispõe a obrigatoriedade de remuneração, e as eleições unificadas em âmbito nacional.

O Kit representa a composição mínima para o funcionamento dos Conselhos. Segundo a Ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, o objetivo da entrega é valorizar as ações voltadas à proteção das crianças e dos adolescentes, por meio do fortalecimento dos Conselhos Tutelares. De acordo com a ministra, cabe à prefeitura complementar os equipamentos do conselho com a compra de mobiliário e acesso à internet e a telefone, por exemplo.

Apesar de autônomo, são os municípios que financiam a manutenção do órgão, no aspecto físico  (casa, móveis de escritório, telefone, internet...) e pessoal (recepcionista, assistente Social, Psicólogo, Serviços Gerais...). Geralmente são financiados por fundos repassados previsto para Criança e Adolescente/ Assistência Social, porém essa é outra mudança. (Leia Mais)

Dados do Disque 100, serviço que recebe ligações sobre violações de direitos humanos, mostram que, somente no primeiro semestre de 2013, foram encaminhadas 73.579 denúncias aos conselhos tutelares. Em muitos casos, a resposta chega atrasada devido à falta de estrutura. (Agência Brasil)

E quem resolveu investir também foi a Rede Record que exibirá a partir do dia 1/12 a serie "COnselho Tutelar". Os episódios irão ao ar numa única semana, de segunda a sexta, às 23h30. Produzida pela Visom Digital e dirigida por Rudi Lagemman, tem em seu elenco nomes como Roberto Bomtempo, Flávia Monteiro e Cássia Linhares. Inspirada em fatos reais, “Conselho Tutelar” vai narrar histórias heróicas, dramáticas e perturbadoras. O seriado se passa no Rio de Janeiro, e a emissora promete não exibir cenas de maus tratos em crianças. Os cinco episódios são independentes.

O personagem fixo principal é Sereno, um dos Conselheiros Tutelares mais antigos do Rio. Porém, a dedicação ao trabalho deteriorou a vida pessoal. Sereno está em conflito com César, Conselheiro Tutelar recém-eleito e que se considera auto suficiente. Estér é a psicóloga portadora de nanismo e que conversa com as crianças vítimas de maus tratos.

 

O seriado contará com uma inovação tecnológica. A produção deve ser a primeira da TV aberta inteiramente transmitida em 4K, ou seja, com qualidade de imagem quatro vezes superior ao Full HD.

Embora busque relatar a realidade do órgão, o seriado terá licença poética para o enredo criado em torno dos personagens.

O seriado já está tendo repercussão, e os internautas tem interagido na página do programa. O programa foi divulgado na página oficial da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República onde a secretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Angélica Goulart, destacou a importância da minissérie. “No momento em que o país se prepara para o processo de eleições unificadas para conselheiros tutelares, é fundamental discutir e dar visibilidade ao papel desses profissionais enquanto atores fundamentais para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes”, avalia Angélica Goulart.

Quem sabe você, telespectador não vota nas próximas eleições de Conselheiros, e até lá procura saber quem são os cinco eleitos no seu município, onde funcionam, os telefones de contato. Para denunciar irregularidades do Conselho Tutelar basta procurar a Secretaria que financia a manutenção do órgão ou Ministério Público.  Assim, poderá falar, defender ou denunciar sobre as crianças e adolescente em um canal mais próximo e real que a mera e gritante rede social.

 

Comente  ou deixe suas dúvidas CLICANDO AQUI

 

Comment

Pensando nas crianças hospitalizadas, o sofrimento físico e emocional que esteja passando, seja para uma consulta regular ou uma internação, a inclusão de um espaço como a Brinquedoteca tem tornado-se realidade no País. Um espaço onde a dor e o sofrimento podem ser aliviados através da atenção, carinho, diversão, distração e elevação da auto-estima. A participação do responsável é de extrema importância, e assim, a recreação se torna um aliado ao processo de cura.

O Hospital Regional de Sorocaba, investiu nesse espaço, e destaca  que várias mães passam a perceber a importância do brincar para o filho. Afirma, que os adultos voltam à infância e, desta forma, passam a interagir melhor com os próprios filhos. "Brincar desestressa. Brincar é coisa séria", destaca a oficial cultural Eduvirgens Silva Alves, que atua como brinquedista há mais de vinte anos em hospitais da rede pública do Estado de São Paulo.

 

Brinquedoteca no Hospital Pedro II - Foto Divulgação

 

A lei n°11.104/05 (SANTIAGO,2007) tornou obrigatória a instalação de Brinquedotecas nos hospitais brasileiros. O objetivo da Brinquedoteca Hospitalar é humanizar a saúde e promover o lúdico. É um espaço que valoriza a saúde, o brincar e a cidadania. A Brinquedoteca ajuda a minimizar os efeitos das doenças e seus tratamentos, assim como auxiliar no apoio familiar. A criança que é internada deve dar continuidade ao seu desenvolvimento físico, motor e de linguagem, atividades psicomotoras podem ser trabalhadas na brinquedoteca auxiliando no desenvolvimento das crianças.

 

Cabe a população participar do Conselhos Deliberativos de seu Município na área de saúde, e lutar para esta realização no seu Município. Portal Astraliza.

Veja alguns hospitais que já possuem o espaço, mais do que isso, potencializam os objetivos:

Unidade Hospital São Joaquim

Hospital Israelita Albert Einstein

Insituto Ayrton Senna

VEJA MAIS POR ESTADO

Oferta Saraiva: VER PREÇO - COMPRAR

Outras Ofertas: COMPARAR PREÇOS

Comment

© 2008 Astraliza Entretenimentos. All Rights Reserved.

Please publish modules in offcanvas position.