Petri Herdy

Petri Herdy

O que antes era assunto de espiritualidade, hoje é tema e abordagem científica. Luís Rojas Marcos, psiquiatra espanhol radicado nos EUA, autor do livro "A Força do Otimismo" (Esfera dos Livros), é professor na Universidade de Nova Iorque, onde concluiu também um doutoramento em Ciências Médicas. O Dr. afirma que otimismo é “uma questão de sobrevivência”: os otimistas fazem mais amor – por isso geram e criam filhos otimistas – e têm uma atitude pró-activa na busca do seu bem-estar. Nesta obra, Rojas Marcos dá algumas estratégias para fomentar esta atitude e ser mais feliz.

ARREGACE AS MANGAS E SEJA PRÓ-ATIVO

Os otimistas fazem com que as coisas aconteçam, revertem as circunstâncias a seu favor. “Sabe porque é que os estudos clínicos provam que eles têm mais possibilidades de cura? Porque tomam os remédios e seguem à risca a medicação! Um pessimista acha que nada irá fazer efeito”, explica Luís Rojas Marcos.

O psiquiatra cita no seu livro um projeto dirigido por Martin Seligman no final da década de 80 em que se dividiram os candidatos a vendedores de seguros de uma companhia em ‘otimistas’, ‘pessimistas’ e ‘comandos especiais’. Os últimos tinham chumbado nas provas de aptidão mas a sua confiança era tão grande que se recusavam a render-se perante um ‘não’ de um possível comprador. A verdade é que foram superiores aos ‘otimistas’ em 26% e aos ‘pessimistas’ em 57%. Conclusão? Quem toma a iniciativa sem medo do fracasso tem mais tendência para aceitar propostas, seja a nível de trabalho ou a nível pessoal. “As pessoas que esperam conseguir aquilo a que aspiram tendem a trabalhar mais tempo e mais intensamente”, acrescenta Rojas Marcos.

 

RIA PARA EXORCIZAR A TRISTEZA

Na fábula final de ‘A Vida de Brian’, o mítico filme dos Monty Python, uma multidão de crucificados canta alegremente a música ‘Always Look at the Bright Side of Life’ (‘Olha sempre para o Lado Feliz da Vida’).  Fazer humor em momentos de desconforto e rir até na adversidade são modos de exorcizar a tristeza, o sofrimento. Também há razões biológicas para procurarmos a boa disposição: o riso desencadeia a produção de seratonina, que além de proporcionar bem-estar físico, baixa os níveis de cortisol, a hormona do estresse.

 

RESPEITE-SE! ABAIXO O COMPLEXO DE CULPA

A culpa é um dos maiores mecanismos de controlo social, mas também um dos sentimentos que mais envenenam a felicidade. O psiquiatra chama-lhe a ‘tirania do deveria’: um conjunto de pensamentos negativos que minam a nossa autoconfiança. “Isto acontece quando a pessoa pensa que é absolutamente obrigada a ser, sentir ou comportar-se de maneira utópica, incompatível com a sua personalidade, com a situação ou simplesmente impossível de realizar para qualquer ser humano. Expectativas irracionais e inatingíveis costumam alimentar sentimentos de fracasso, de culpa, de desmoralização e até de ódio em relação a si mesmo.” É o que acontece a uma vítima de violência doméstica que acha que é sua a culpa do comportamento violento do parceiro/a ou a uma mãe que se acha incompetente porque o seu filho adoeceu.

 

TENHA OBJECTIVOS E EXPECTATIVAS POSITIVAS

Os otimistas são pessoas que esperam que as coisas lhes corram bem, mas que também se predispõem a isso. Rojas Marcos relembra a tarde em que encontrou uma fila enorme de gente que esperava para fazer a sua aposta na Lotaria, resistindo a uma tempestade medonha. Quando perguntou a um casal por que o faziam e se sabiam que a hipótese de lhes sair qualquer coisa era mais remota do que a de um raio cair sobre eles, os dois responderam que, em teoria, sim. “Mas isso não os preocupava, porque se sentiam mais perto da sorte grande do que da faísca.” O psiquiatra salienta ainda a importância de perseguirmos objetivos alcançáveis e não quimeras impossíveis.

A esperança na felicidade futura é mais importante do que a sorte que se tem na vida presente, revela o escritor e filósofo espanhol José Marías. “Quando dizemos que somos felizes, o que sentimos é que iremos ser felizes amanhã. São estas expectativas que nos fazem saltar de manhã com vontade, porque sabemos que nesse dia iremos conseguir realizar um objetivo. Ajudam-nos a sentir seguros e confiantes no nosso ir e vir.”

 

CULTIVE A SUA ESPIRITUALIDADE

Quem pratica alguma forma de religião aumenta a sua saúde física e mental – sofre menos de ansiedade e hipertensão, provam  alguns estudos sobre esta matéria. Aprende-se a dar um sentido a um mundo que parece desprovido dele, a ver a vida como um todo, a dar importância ao que realmente é prioritário. A escritora inglesa Kate Armstrong diz no livro ‘Uma História de Deus’ que é muito mais importante que uma ideia sobre Deus funcione e cumpra o seu objectivo do que seja lógica ou racional. Rojas Marcos acrescenta que “muita gente constrói a sua própria espiritualidade, sem deuses nem anseios de eternidade.” Também já ficou provado o poder da oração na cura de doentes por quem a ciência nada mais pode fazer.

 

AME PERDIDAMENTE E DEIXE-SE AMAR

As pessoas que têm um parceiro, família ou grupo íntimo de amizades sentem um nível de satisfação muito maior do que os que vivem sozinhos, como revelam centenas de investigações. A paixão leva o cérebro a produzir substâncias, como a dopamina, que proporcionam sentimentos de euforia, felicidade e bem-estar. Os casais com sorte, diz Rojas Marcos, passam à fase seguinte, mas o que começa a faltar em turbilhão de emoções e hormonas é compensado por vínculos fortes de carinho, lealdade, interesses em comum e amizade. “As relações estáveis de carinho não só constituem uma fonte de satisfação na vida como são um antídoto muito eficaz contra os efeitos nocivos de todo o tipo de desgraças”, escreve Rojas. Um estudo da Universidade de Cornell, nos EUA, citado pelo autor, descreve como as pessoas otimistas se sentiam mais à vontade com afirmações como ‘Geralmente é-me fácil aproximar dos outros e sinto-me bem dependendo deles’ ou ‘Não me incomodo quando outras pessoas se aproximam de mim e dependem de mim’. Quanto mais pessimista é a pessoa, mais procura esquivar-se a relações íntimas.

 

PONHA AS COISAS EM PERSPECTIVA

As pessoas mais felizes são capazes de se lembrar primeiro das experiências mais felizes, dos êxitos e das relações que as enriqueceram e de as porem à frente das memórias negativas. Charles Thompson, psicólogo da Universidade do Kansas, pediu as pessoas que mantinham diários pessoais há mais de 15 anos para os consultar. Depois pediu-lhes que recordassem os acontecimentos mais importantes desse período. A maioria minimizava o impacto dos fracassos. É por isso que, perante uma adversidade, um otimista dirá quase sempre “podia ser pior” ou que essas lutas o prepararam melhor. Pelo contrário, um pessimista confrontado com um golpe de sorte desconfiará ao ponto de dizer que “não há almoços grátis”.

 

DÊ MAIS IMPORTÂNCIA AOS PEQUENOS PRAZERES

São os pequenos prazeres quotidianos que ajudam a melhorar o  estado de espírito. É o que revela um inquérito da revista ‘Time’ e um estudo recente do psicólogo e economista Daniel Kahneman.  Neste ‘campeonato’ estão as conversas com amigos e família, brincar com o animal de estimação, ouvir música, rezar ou meditar, tomar um banho relaxante, ajudar os outros, fazer exercício, comer, passear de carro e… fazer sexo. Para uma mãe de família, basta ter algum tempo só para ela, a assistir ao seu programa de televisão preferido. “Fatos simples, como encontrarmos inesperadamente uma moeda no depósito de troco de um telefone público, ver uns minutos de um filme cômico, receber um ramo de rosas ou darmo-nos conta de que executamos bem uma tarefa, são suficientes para aumentar o nosso nível de otimismo”, diz o psiquiatra. Os momentos de alegria moderada beneficiam a memória, a resolução criativa de situações, a tomada de decisões, a aprendizagem, a motivação e os nossos relacionamentos. Aprender a apreciar as pequenas alegrias faz-nos perceber que, afinal, a vida pode ser uma experiência gratificante... e positiva.

 

Comment

Quem não gostaria ter uma ideia aparentemente simples, que faça sucesso e dinheiro? Segundo o "The New York Time" uma jovem de apenas 13 anos, descobriu a solução para acabar com soluços. No verão de 2010 Mallory Kievman teve uma crise do irritante soluço, e como a maioria das pessoas tentou vários métodos para cessar: engolir água salgada, açucar, beber água de cabeça para baixo, se auto amordaçar e suco de picles.. Depois de um tempo, o soluço foi embora naturalmente, mas ela não se deu por satisfeita. Ficou dois anos batendo a cabeça e testando mais de 100 fórmulas capazes de combater o problema de maneira eficaz, até que criou o Hiccupops, um pirulito que cura o soluço.

A invenção é composta de vinagre de maçã e açúcar. De acordo com a garota, essa combinação “provoca uma reação nos nervos da garganta e da boca responsáveis pelo ato de soluçar. Quando estimulados em excesso, esses nervos cancelam a mensagem que desencadeia o soluço. Simples, não?

De tão genial e promissora, a idéia já foi acolhida pela empresa Startup Connecticut. Agora, a menina de 13 anos está liderando uma equipe de estudantes de MBA para começar a vender o produto dentro dos próximos meses.

A invenção já tem um e-mail para tirar as dúvidas dos mais ansiosos – e curiosos: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Comment

sábado, 28 abril 2012 18:03

Links diretos

JURID
Biblioteca Jurídica Digital entrar
DIREITO VIRTUAL
Informações Diversas entrar
JURISTAS
Informações Diversas entrar
JUS NAVEGANDI
Revista Digital entrar
ASSÉDIO MORAL
Assédio Moral no Trabalho entrar
CURSO EM MP3
Curso de Direito em MP3 entrar
EXCELSIOR
Livros para download entrar
CÂMERA
Diversas Legislação -texto e áudio entrar
SALA DE AULA VIRTUAL
Diversos arquivos para download entrar
CAMPOS DE CARVALHO
Informações e Downloads (provas e mais) entrar
FIB
Universidade -Informações e Downloads entrar
PLANALTO
Estatuto da OAB entrar
PÁGINAS DE DIREITO
Informações Diversas entrar
CANAL JUSTIÇA
Informações Diversas entrar
CONSULTOR JURIDICO
Informações Diversas entrar
DIREITO NET
Informações Diversas entrar
DIREITO.COM.BR
Informações Diversas e Discussões entrar
D. DA INFORMÀTICA
Blog - Irformações Diversas entrar
DIREITO NA REDE
Informações sobre Direito Virtual entrar
DIREITO PÚBLICO
Informações Diversas entrar
BUSCA LEGIS
Portal de Buscas Jurídica entrar
INTELIGENTIA JURIDICA
Informações Diversas entrar
DNT
Informações voltadas a Tecnologia entrar
NEÓFITO
Informações Diversas entrar
DATAVENI@
Informações Diversas entrar

O fechamento do maior lixão da América Latina deixará sem trabalho cerca de 1,2 mil pessoas que vivem de vender o material de valor que encontram entre as 8,4 mil t de resíduos que são geradas diariamente no Rio de Janeiro. A baía de Guanabara e a sociedade ganha com isso, mas o que fazer com a comunidade e trabalhadores que vivem no e do lixão?

O despejo de Jardim Gramacho ocupa uma enorme área no município de Duque de Caxias, região metropolitana do Rio, e se encontra às margens da baía da Guanabara, cartão postal que contrasta com as montanhas de lixo que todos os dias são despejadas no lugar por dezenas de caminhões.

Inaugurado em 1976, durante o regime militar que governou o Brasil de 1964 a 1985, esse aterro sanitário provocou um alto impacto ambiental pela decomposição do lixo, que gera gás metano, um dos responsáveis pelo aquecimento global. Grande quantidade dos resíduos gerados no Rio e em vários municípios vizinhos termina ali, chegando em caminhões que derramam no solo os detritos que ao cair exalam um cheio desagradável e atraem uma infinidade de moscas e abutres.

Antes, 70% do lixo do Rio de Janeiro chegava a Jardim Gramacho, mas desde que em 2011 foi aberto o Centro de Tratamento de Resíduos de Seropédica, a 75 km da capital fluminense, a quantidade foi se reduzindo. Atualmente, cerca 2 mil t de lixo são despejadas nesse aterro sanitário todos os dias, ou seja, 25% do que recebia alguns anos atrás, segundo dados da prefeitura.

Da coleta e posterior venda de metal, papel, papelão e plástico vivem os catadores, que junto a suas famílias passam o dia entre enormes pilhas de lixo. Um trabalhador explicou à Agência Efe que por 1 kg de cobre, o material mais procurado, é possível obter até R$ 9, enquanto 1 kg de alumínio vale R$ 2 e 1 kg de plástico, apenas R$ 1. Celso Melquits, que trabalha no Jardim Gramacho há 18 anos, conta que houve uma época na qual podia ganhar mais dinheiro que um professor, e não os R$ 6 por dia que consegue agora. "Se você se movimentasse bem, podia tirar até US$ 150 por dia; agora não se alcança mais que o suficiente para o aluguel, um café e uma empada", disse Melquits.

A alguns passos dele, Elaine, 24 anos, usa um chapéu e luvas de plástico para não sujar seu cabelo nem estragar o esmalte de suas unhas. A jovem está terminando seus estudos e pretende ser cabeleireira, mas enquanto isso trabalha no lixão para se sustentar.

Desde que a prefeitura e o governo do Estado decidiram que fechariam o lugar, os catadores passaram a negociar com as autoridades para tentar obter uma indenização. A maioria dos trabalhadores do aterro sanitário trabalha no local há mais de 15 anos e teme não encontrar um novo modo de sobrevivência, e por isso reivindicam que as autoridades não os esqueçam sem uma compensação.

Outros pensam que o Estado veio para ajudá-los, como Ivan, que trabalha há 20 anos no Jardim Gramacho e pensa em usar o dinheiro que receberá para abrir um negócio em cooperativa com outros companheiros. "Necessitamos esse dinheiro para empreender algum negócio ou para sobreviver até que encontremos um novo trabalho", diz Juliano, 36 anos, que trabalha no despejo desde que chegou de São Paulo, quando tinha apenas 14. Ele acredita que os catadores merecem receber essa ajuda das autoridades e ameaça empreender uma revolta se isso não acontecer, embora reconheça que prefere uma solução pacífica.

O fechamento definitivo do despejo estava previsto para este mês, mas a prefeitura o adiou para maio perante a falta de um acordo com os trabalhadores que vivem de reciclar o lixo, que se associaram há menos de dois anos e que em conjunto receberão cerca de R$ 21 milhões como indenização.

Mas, nem todas as histórias são de pessoas que buscam um sustento longe da criminalização, se não considerar crime condições de trabalho insalubre sem regras e sem leis. A nova novela das 21h da Rede Globo, “Avenida Brasil” mostra o outro lado da realidade. A exploração do trabalho infantil, e o uso dos ganhos para vícios, no caso da novela, alcoolismo.

Não podemos generalizar, mas será que a indenização resolve?  E será que basta apenas acabar com o lixão.

Um trabalho às margens da Baía de Guanabara precisa ser feito, para recuperar os anos de descaso.

Algumas soluções são apresentadas por especialistas a respeito do lixo como acondicionamento do resíduo sólido (lixo); · transporte do resíduo sólido (lixo); coleta seletiva; reciclagem; armazenamento do resíduo final; e outros.

É muito importante que haja investimento e qualificação profissional. Hoje em dia as coletas são feitas de maneira grosseira. Os caminhões de lixo deixam as ruas mais sujas do que antes da coleta. É uma economia porca que o governo faz. E os então cidadãos que poderiam ter sido capacitados e terem uma vida mais digna por custo menor, ganham uma indenização que por sorte será bem utilizada.

Seria importante um trabalho social amplificado. Pagar para o governo é fácil <<quando lhe convém>>, porém mapear as famílias e indivíduos presentes, saber a importância daquele trabalho na vida de cada um, e redirecioná-los individualmente conforme a real importância daquele trabalho em suas vidas, seria um interesse humano que vai além das políticas que nos é apresentada. Uma jovem como Eliana, citada acima, talvez só precise de uma bolsa de estudos e orientações voltadas para os seus estudos e o negócio que pretende abrir, que é um salão de cabeleireira.

Precisamos de mobilização da comunidade e das autoridades para garantir o resgate da qualidade de vida do homem e de seu meio. Campanhas que orientam a comunidade, debates nas escolas, fiscalização dos lixões, construções de aterros sanitários, implantação da coleta seletiva, são algumas das primeiras atitudes que deveriam ser tomadas pelas autoridades, além do incentivo aos grupos ambientais locais que poderiam ajudar na tarefa de fiscalização e divulgação para a sociedade das campanhas desenvolvidas. Se a comunidade e as autoridades locais trabalharem juntas poderão aumentar o padrão de vida da população. Mas, se trabalhar junto parece uma utopia, não deveríamos deixar de fazer nossa parte, por menor que seja.

Fechar um lixão pode ser positivo, repensar as próprias atitudes pode ser milagroso. Aquele que joga sua guimba de cigarro nas areias das praias, ou os que acham que seu carro não tem espaço para guardar uma garrafinha, ou pequeno papel de bala, até que possa jogar numa lixeira, ao invés de lançar pela janela, não terá o mínimo de consciência para discutir a questão amplamente, e esperar por mudanças significativas. Porém, repensar a vida dessas pessoas, pode ser uma boa maneira e bom começo de repensar como temos tratado nosso meio ambiente, entenda-se o meio na qual vivemos... há quem não o veja assim.

Foto: Lixão não é lugar de criança. Elas podem ser felizes, mas continua não sendo o lugar delas. Não nos acostumemos com o descaso. Não aprendamos naturalizar o desumano. Nossos créditos ao "Esquecidos.org" <<acessar portal>> que realiza trabalhos sociais  onde o único lucro é mudar a vida das pessoas.

Comment

Para quem gosta do jogo Tetris, a dica é o jogo Lettris do site francês TV5 Monde. O jogo que está disponível em Francês, Português e Inglês é simples e viciante.

A regra é clara: Forme o maior número possível de palavras de no máximo quatro letras. À medida em que as letras caem do alto da tela do monitor, você pode deslocá-las utilizando as teclas das flechas para a direita, para a esquerda e para baixo. Cada palavra formada conta pontos. Compare o seu placar com o dos outros internautas!

Poucos utilizam na língua portuguesa, destacando que é de Portugal. Experimente e registre seu placar, sem ter que fazer qualquer registro no site.

Compartilhe conosco dicas variadas!

Comment

No dia 23 de março foi publicado o edital para o Concurso Público do Município Armação dos Búzios. A cidade litorânea da Região dos Lagos abre cargos para todos os níveis. O período de inscrição vai de 23/03/2012 das 10:00h até 15/04/2012 às 23:59h. Realizado pela FUNCAB.

Edital (58 págs.) : (PDF)

Emissão da segunda via do boleto:   Clique aqui para emiti-lo

Inscrição On-line:  Clique aqui para fazê-la

Status da Inscrição:   (Clique aqui para ver a situação de sua inscrição)

Tags de Vagas: Nível Fundamental (Vagas): Cozinheira (19); Massoterapeuta (2); Auxiliar de Creche (8); Inspetor de alunos (94); Merendeira (48); Porteiro (49); Motorista (49)

Vejam todas as vagas de nível médio, técnico e superior acessando o Edital.

Em breve dicas para estudos.

A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.

Em 2012, a Hora do Planeta será realizada no sábado, dia 31 de março, das 20h30 às 21h30.


O gesto simples de apagar as luzes por sessenta minutos, possível em todos os lugares do planeta, tem o significado de chamar para uma reflexão sobre a questão ambiental e os desafios impostos pelo aquecimento global.

Concebida no âmbito da Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, a Hora do Planeta é promovida no Brasil pelo WWF-Brasil, organização não governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações.

Pelo quarto ano consecutivo, o WWF-Brasil promove a Hora do Planeta no País. Por meio do site da campanha cidadãos, empresas e organizações brasileiras podem fazer seu cadastro e obter mais informações sobre o movimento. O WWF-Brasil também está em contato com as principais capitais e cidades brasileiras para a realização da Hora do Planeta 2012.

A Hora do Planeta irá alcançar a Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês), onde o astronauta e embaixador da Rede WWF, André Kuipers, irá vigiar nosso planeta no momento em que as luzes forem desligadas na noite de 31 de março. 
Pela primeira vez na história da Hora do Planeta, este ano o apagar das luzes em diversas regiões do mundo será registrado diretamente do espaço sideral. 
O embaixador da Rede WWF e astronauta, André Kuipers, irá registrar imagens da Terra durante a Hora do Planeta.

Quero participar - se inscreva aqui

Cadastre sua empresa - clica aqui

Fonte: WWF


Comment

quinta, 22 março 2012 21:11

Pe Fabio de Melo tem seu dia de Bem Estar

O Programa Direção Espiritual, apresentado pelo Pe. Fabio de Melo, na TV Canção Nova, emissão que fala de fé e preceitos cristãos dentro da realidade cotidiana, na última quarta-feira teve uma convidada especial, na sua versão 'Bem Estar". Tratava-se da Nutricionista Clínica Funcional, autora dos livros: "A Filha da Fé"; "Tudo posso, mas nem tudo me convém" e "Escolhas e Impactos" Dra. Gisela Savioli.

O pe. a convidou destacando a importância do equilibrio do corpo com espírito, e a profissional presente que tem como lema a frase "Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém (1 Cor 10,23) . Como ela diz em seu blog "Cada vez que nos alimentamos estamos fazendo uma escolha: pelo bem ou pelo mal. Pela saúde ou pela doença.  Para nós cristãos, nosso corpo é templo do Espírito Santo. Como estamos construindo este templo ? Pense nisso!".

Durante a participação o público participou através do Twitter @pefabiodemelo e @GISELASAVIOLI , respondendo diversas perguntas, enquanto seus seguidores se multiplicavam, Dra Gisele agradou, confiante e precisa nas suas colocações profissionais, mostrando o porque da sua participação no programa, que anunciou o seu retorno ao menos uma vez por mês, nos próximos que virão. Não deixaram dúvidas que o bem estar da saúde tem grande relevância no equilibrio espiritula e vice-versa, veja alguns tweets do público e algumas de suas resposta via rede social:

@Biana_78: @GISELASAVIOLI sempre assisto o Programa Espiritual e ontem adorei com as sua dicas sobre alimentação.”

@MaraSgarbosa: @pefabiodemelo @GISELASAVIOLI Espero ver a nutricionista Gisela mais vezes no programa foi muito bom!

@lucilenegodoy : @GISELASAVIOLI Assisti ontem o pgm junto com o @pefabiodemelo muito bom! Muito engraçado tb!

@JFazzion: @GISELASAVIOLI o meu cafe da manha hj foi bem melhor.O programa ontem foi otimo.

@ReginaCelia79: @pefabiodemelo @GISELASAVIOLI Oi, padre! O programa foi show! Além de informações novas, fomos lembrados de habitos esquecidos. Parabéns!

***

@drtiagocustodio: @GISELASAVIOLI Coca-Cola e Bolacha Água e sal faz mal??” R: simmmm

@Malu_2: @GISELASAVIOLI Posso comer gelatina todos os dias após o almoço? R: Nãoooooo

@rubyadelgado: @giselasavioli Peço sugestão de um café damanhã saudável e nutritivo p quem precisa emagrecer” R: Pouco carboidratos + proteína

@elianastorge: @GISELASAVIOLI @GandraGracilane Criança de 4 anos pode comer ovo.” Se Nao tiver alergia pode começar a partir dos 2 anos

@carmenterezinha: @GISELASAVIOLI queijo branco pode comer ?” R: Qdo consumir queijo melhor que seja mussarela de búfala


Depois da transmissão Pe. Fabio postou uma foto do que parecia um delicioso sorvete e enviou seguinte tweet para a Dra.:

@GISELASAVIOLI , Perdoe-me. Segunda feira a gente põe o programa em prática.

 

O humor do Pe. Cantor, Apresentador e Escritor já dá uma pitada de sabor às suas obras, e seu fieis "telespectadores".

 

Acesse o Blog, veja mais do Perfil e dicas da Dra. - Acessar

A reprise do programa será no próximo sábado às 20h e Domingo 1h da manhã.

Astralizou!

 


Você também vai gostar de Ler:

>> Fabio de Melo - Polêmicas não superam sua verdadeira mensagem

>> A relação entre estresse e o peso – aborrecimentos que engordam!



Comment

Empresas de todo o Brasil têm até o dia 5 para se inscrever no Venture Fórum Brasil Sustentável. O evento previsto para o dia 15 junho, Rio de Janeiro, no período da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, vai selecionar empresas com ações inovadoras nas áreas social, ambiental, econômica e de tecnologias verdes para apresentá-las a potenciais investidores de seed capital, venture capital e private equity.

As empresas selecionadas terão espaço para a exposição de seus produtos e serviços no pavilhão da Finep na Rio+20. Além disso, participarão de treinamento com a Finep para discutir e aprimorar aspectos como oportunidades a serem exploradas, estratégias competitivas e incorporação da sustentabilidade no modelo de negócios.

O objetivo é escolher organizações que atuem nas mais diversas áreas, como energias renováveis, produção e consumo sustentável (gestão de resíduos, eficiência no uso de recursos), biodiversidade, agricultura sustentável, entre outras. Qualquer empresa com sede no Brasil que desenvolva projetos voltados para a sustentabilidade pode participar. Para mais informações, clique aqui

Fonte: Diário Net (Portal Terra)

Comment

Esta semana as capitais Rio de Janeiro e São Paulo receberam a comitiva do evento UGCB - Union des Grands Crus de Bordeaux, pela primeira vez presente no Brasil. Trata-se da apresentação e degustação dos maiores Chateaux franceses, que chegam a cerca de 80, envolvendo 13 denominações de destaque como Margaux, St.Julien, Pauillac, St.Estèphe, Listrac, Médoc, Haut-Médoc, Graves, Pessac-Léognan, Saint Emilion, Pomerol, Sauternes e Barsac.  O Portal Astraliza registrou o encontro na última quinta-feira, no Rio de Janeiro, onde estavam reunidos importadores, donos de restaurantes, sommeliers, chefs, clientes e imprensa especializada com o objetivo de promover os rótulos bordaleses, muitos deles já conhecidos e admirados pelos brasileiros que consomem vinhos de alta qualidade. O evento foi organizado pela SOPEXA no Brasil, representada pela elegante Caroline Putnoki, e coordenado por Charles Piriou, que estão de parabéns, impecável nos mínimos detalhes.


O Astraliza conversou com alguns dos presentes, entre eles Cristina Geremias e Valerio Zoccarato, managers da Mistral Importadores e da Riedel Brasil, que fizeram uma breve apresentação da diferenciações dos Cristais, que valorizam ao máximo a qualidade de acordo cada tipo de vinho, assim como dos decanters. Marcelo Campello, jornalista e especialista nos contou sua visão da realização de tal evento no país, comparando como “receber comitiva vaticana se você é religioso”. Representando a Sociedade de Amigos dos Vinhos, o carismático Paulinho Gomes estava entusiasmado com evento, e nos explicou um pouco a respeito da importância e variações de temperatura de cada vinho, para melhor saboreá-los. Entre tantos representantes, conversamos com Xavier Planty, do renomeado Château Guiraud. Bem humorado, nos contou a importância dos rótulos, e a diferenciação do seu produto que se destaque pela cor preta. Estava presente também o ator Caio Blat, que acompanhava o sogro de nacionalidade francesa Jean Pierre Simonnot, padrasto da sua esposa também atriz Maria Ribeiro, que tem compartilhado a paixão pelo mundo dos vinhos.


A organizadora Carolina Putnoki viu como um sucesso o encontro, tanto em São Paulo, quanto no Rio de Janeiro, colocando algumas diferenças entre o  público das distintas capitais, e sua expectativa para a possibilidade do retorno da UGCB.

Tudo isso foi registrado e está editado no vídeo abaixo que também contém algumas dicas e informações do UGCB. Esse registro é uma ótima oportunidade para conhecer o evento, que tem relevância cultural e econômica para nosso país, na relação entre o Brasil e a França. Logo, trata-se mais de que conhecer um pouco mais a respeito dos vinhos e aprender melhor saboreá-los, mas adentrar no mundo de uma bebida culturalmente rica.


Agradecemos e parabenizamos a organização do evento, a equipe de Lucia Paes Barros Assessoria de Comunicação. A equipe e participantes mantiveram o clima da elegância francesa com o acolhimento brasileiro. Todos puderam fazer a degustação sem filas, com total atenção dos representantes e seus intérpretes, nitidamente satisfeitos.


 

© 2008 Astraliza Entretenimentos. All Rights Reserved.

Please publish modules in offcanvas position.